Candidatos a prefeito podem torrar até R$ 3 milhões
21/07/2016 - 9h55 em Política

O limite de gastos para a campanha eleitoral deste ano para os candidatos a prefeito em Rio Preto - com 318.478 eleitores - foi estipulado em R$ 2,3 milhões no 1º turno e, em R$ 717 mil, no 2º turno. Os vereadores poderão gastar até R$ 99,4 mil.

O teto foi estipulado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que atualizou os valores que poderão empregados na eleição de outubro. Os gastos foram atualizados com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) - medido pela Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O limite de gastos é baseado na eleição passada. No primeiro turno, corresponde a 70% do maior gasto declarado para o cargo de prefeito ou vereador em 2012. Nos locais onde houve dois turnos, corresponde a 50%. Em 2012, o prefeito Valdomiro Lopes (PSB) declarou despesa que superaram os R$ 2,5 milhões. No início do ano, portanto antes da atualização divulgada ontem, o TSE havia projetado gasto de R$ 1,7 milhão para a eleição de prefeito em Rio Preto e de R$ 74 mil para os candidatos a vereador.

Para os municípios de até 10 mil eleitores foram fixados gastos de R$ 108 mil para prefeito e R$ 10,8 mil para vereador. É o caso de diversas cidades da região.

De acordo com a tabela divulgada pelo TSE, na Capital, os candidatos à prefeitura poderão gastar até R$ 45,4 milhões. Já no segundo turno, o teto de gastos será de R$ 13,6 milhões.

Avaliação

Para o cientista político Adalberto Miranda, a eleição deste ano vai provocar uma revolução. Ele explica que as doações só poderão ser feitas por pessoas físicas e pelas próprias siglas por intermédio do fundo partidário. “Vai ser uma coisa meio esquisita. Os candidatos terão de reinventar as campanhas eleitorais”, afirmou o especialista. “Outra dificuldade será encontrar doadores de campanha no atual cenário político do País.”

Miranda sinaliza que as dívidas de campanhas podem aumentar. Para diminuí-las, uma das estratégias para a eleição deste ano é uma receita antiga: sola de sapato e apostar nas redes sociais.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!